Migalhas

Quinta-feira, 20 de fevereiro de 2020

ISSN 1983-392X

"O notário e o registrador perdem a delegação. Por que não deveria ser assim para o magistrado (Migalhas 4.790 – 12/2/20 – Compulsória)?"

Rogério Marques Sequeira Costa - 13/2/2020

"Para que haja moralidade no Judiciário, o ideal seria a mudança da lei para os magistrados nos casos de faltas graves e/ou descumprimento das leis; ao invés de aposentadoria compulsória, deveria perder o cargo/função desde a data da ilegalidade bem como devolver todos os salários recebidos desde então (Migalhas 4.790 – 12/2/20 – Compulsória). Tenho dito."

Milton Oliveira da Silveira - 13/2/2020

"Só não entendi uma coisa (Migalhas 4.790 – 12/2/20 – Compulsória). Depois de tudo constatado sua Excelência ainda vai ter remuneração? Que bom né?"

Gilberto Rodrigues Júnior - 13/2/2020

"São os únicos que se tornam criminosos e como prêmio se aposentam (Migalhas 4.790 – 12/2/20 – Compulsória). Ih, esqueci os deputados, senadores, MP, procuradores, ministros do STF e do STJ. Já os trabalhadires que pagam seus altos salários. Oh..."

Roberto Ribeiro Costa - 13/2/2020

"Vendia sentenças e ainda vai se aposentar (Migalhas 4.790 – 12/2/20 – Compulsória)?"

José Marcos Messias - 13/2/2020

"Pena que bandidos de toga aposentados compulsoriamente recebam todos os benefícios dos honestos (Migalhas 4.790 – 12/2/20 – Compulsória). O Brasil precisa mudar isso!"

Vicente Araújo Costa Ribeiro - 13/2/2020

"A pena para esse tipo de criminoso deveria ser: demissão, cadeia (Papuda) e devolução aos cofres público dos salários pagos (Migalhas 4.790 – 12/2/20 – Compulsória)."

Ivana Silva de Santana - 13/2/2020

"Sem comentários (Migalhas 4.790 – 12/2/20 – Compulsória). Esta é a nação em que vivemos!

Alfredo Sampaio Caruso - 13/2/2020

"Aposentadoria não é sanção (Migalhas 4.790 – 12/2/20 – Compulsória)! É prêmio! Espero que sejam apurados e devolvam o patrimônio adquirido. Que a Justiça seja feita!"

Jarbas Olivar Filho - 13/2/2020

"Um escárnio (Migalhas 4.790 – 12/2/20 – Compulsória). Deveria ter sua aposentadoria cassada e ir para a prisão. A lei deveria ser igual para todos como diz nossa Constituição. Isto é uma ilegalidade gritante que o Judiciário insiste em dizer que é legal!"

Teócrito Abritta - 13/2/2020

Comente