quarta-feira, 27 de maio de 2020

ISSN 1983-392X

Advogados x OAB

de 5/1/2020 a 11/1/2020

"Aos associados inscritos na OAB que pagam suas anuidades rigorosamente em dia, sem contar que o valor da anuidade pesa muito para o inscrito porque não fica só na anuidade tendo que manter o escritório: a advocacia está passando por uma crise sem precedentes. É devido as facilidade que oferecem as defensorias públicas, que geralmente nas comarcas possuem no mínimo dois defensores e sem falar que existe a casa do cidadão onde tem um ou mais advogados para atender os que procuram para mover uma demanda junto a Justiça. Também existe o CEJUS - Centro de solução de conflito e cidadania. Com todos estes órgãos que prestam serviços à população sem cobrar nenhum centavo. O advogado passou ser um mero despachante visto não ser obrigatório o advogado acompanhar junto à casa do cidadão e no CEJUS. Tem advogado que não consegue sequer pagar sua anuidade porque não aparece cliente. Muitos advogados para sobreviver estão fazendo bicos vendendo pasteis – coxinha (salgados). Enquanto isso nas grandes subseções e na seccional não há crise porque é movida a festas. Confraternizações, reuniões regadas a comes e bebes. Isto é só para os companheiros. Você advogado do interior já recebeu um cartão parabenizando o dia do advogado? Já foi convidado a participar das reuniões e festas? Isto é para os companheiros que compõem as comissões. Você só será lembrado em ano eleitoral aí vai receber convites e cartas o ano todo. Terminou a eleição você não existe mais. Isto é a realidade. Advogados: pensem sobre isso."

Sérgio Furquim - 5/1/2020

Comente

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

WhatsApp Telegram